Vila Ferroviária de Paranapiacaba

Destaque especial para o turista que visita Santo André é a vila ferroviária de Paranapiacaba, localizada a cerca de 30km do centro da cidade, no Alto da Serra do Mar.

Construída pela São Paulo Railway para abrigar seus funcionários durante a concessão da estrada de ferro Santos – Jundiaí, iniciada em 1860. Este pequeno vilarejo encrostado no alto da serra mar e rodeada por Mata Atlântica, preserva o acervo histórico cultural, arquitetônico, industrial, tecnológico e ambiental, que recebe anualmente mais de 250 mil visitantes.

O patrimônio histórico e ambiental da Vila Ferroviária de Paranapiacaba é tombado pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Artístico, Arquitetônico e Turístico do Estado de São Paulo), desde 1987; pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), desde 2002; e pelo COMDEPHAAPASA (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico-Urbanístico e Paisagístico de Santo André), desde 2003.

Dentre os atrativos locais, destacamos: o Calendário de Eventos, o Circuito Museológico, o Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba e o Caminho do Sal.

UMA VILA INGLESA EM SÃO PAULO

No século XIX, com o crescimento da cultura cafeeira no Vale do Paraíba, determinou-se a construção da Ferrovia Santos-Jundiaí, a fim de facilitar o escoamento da produção. Em seus arredores surgiu, então, a Vila Ferroviária Paranapiacaba, onde se instalaram o centro de controle e residência dos funcionários da companhia inglesa de trens responsável pelo transporte de cargas e de passageiros. A partir dela, surgiram duas povoações: a Vila Velha e a Vila Martin Smith, sendo a primeira resultante de uma ocupação urbana espontânea e a segunda como resultado de um plano urbanístico claro e inovador para a época, com edifícios padronizados e estrutura pré-definida.

Em 2008, a Vila Ferroviária de Paranapiacaba teve seu conjunto urbano tombado pelo Iphan, entendido por sua grande importância histórica e ambiental, como o registro dessa época de forte influência inglesa na região. A Vila constitui um dos únicos exemplares no Brasil de núcleo urbano planejado com uso especializado – Vila Ferroviária. Além de estar inscrita na Lista Indicativa a Patrimônio Mundial pela Unesco, Paranapiacaba também é Núcleo da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo e integra a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, reconhecida pela Unesco como de relevante valor para humanidade.

PAC CIDADES HISTÓRICAS

Pela relevância da Vila de Paranapiacaba, o PAC Cidades Históricas prevê investimentos em outras quatro ações na localidade, para além das já concluídas. Está em execução a maior delas, a restauração de 242 imóveis da Vila Martin Smith, que conta com recursos de aproximadamente R$ 30 milhões. O Programa é uma linha exclusiva do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), destinada aos sítios históricos urbanos protegidos pelo Iphan. O PAC Cidades Históricas está presente em 44 cidades de 20 estados, totalizando R$1,6 bilhão em investimentos em 424 ações, objetivando a recuperação e revitalização das cidades históricas brasileiras, a restauração dos monumentos e a promoção do patrimônio cultural, com foco no desenvolvimento econômico e social e no suporte às cadeias produtivas locais. https://www.abcdoabc.com.br/santo-andre/noticia/iphan-entrega-bens-paranapiacaba-52621

Cadastre seu estabelecimento e faça parte de nossos roteiros: clique aqui.

Antigo Mercado de Secos e Molhados

Local de abastecimento de secos e molhados dos antigos ferroviários, a construção foi restaurada, tornando-se um espaço multi-cultural. Durante o festival abrigará o Espaço Cambuci, feira de produtos gastronômicos com cambuci. 

Biblioteca Àbia Ferreira Francisco 

Além do acervo infantil e circulante, a biblioteca ramal de Paranapiacaba dispõe de uma sala específica para os materiais sobre a vila inglesa do Alto da Serra, com livros, vídeos, fotos e outras peças gentilmente doadas por antigos moradores.

Calendário de Eventos em Paranapiacaba

Vale a pena ficar antenado a tudo que acontece na Vila, festival, encontros, saraus, reuniões, retiros, excursões, festas e outros. 
Confira…

Casa da Fox / Memória

Duas casas de trabalhadores geminadas foram restauradas para divulgar as memórias individuais e coletivas dos moradores locais. 

Campo de Futebol Serrano Atletic Club

O campo do Serrano Atletic Club, fundado em 1903, é famoso por ter recebido entre outros o pai do futebol brasileiro, o ferroviário Charles Miller.

Cemitério Bom Jesus de Paranapiacaba 

O cemitério foi fundado em 25 de Julho de 1900, possuem em uma área de 20.000 m², aproximadamente 600 Jazigos de concessão perpétua construídos.

Centro de Documentação em Arquitetura e Urbanismo (CDARQ)

Abriga exposição permanente sobre a formação urbana e arquitetônica da Vila Martim Smith. 

Centro de Informações Turística 

O imóvel que abriga o Centro de Informações Turísticas da Vila Ferroviária de Paranapiacaba, foi no período da ferrovia o posto de médico para atendimento dos operários e moradores da Vila. Ponto de encontro e parada obrigatória do turista.

Centro de Visitantes do Parque Municipal Natural Nascentes de Paranapiacaba

Espaço de exposição permanente que retrata parte da Mata Atlântica, com exibição de aspectos da Fauna e Flora encontrados na região. Sobre o parque exibimos vídeo...

Clube União Lyra Serrano

Espaço de lazer dos trabalhadores da ferrovia, o prédio foi erguido na década de 1930, e é até hoje um importante espaço de eventos na Vila de Paranapiacaba. 

Feira Caminhos do Cambuci

Feira Caminhos do Cambuci é organizada por produtores e artesãos que desenvolvem trabalhos com o fruto Cambuci, tanto na gastronomia quanto no artesanato, atualmente são 22 expositores em cada edição da feira. 

Forjaria 

A forjaria e uma das oficinas que integra o galpão dos ferroviários, na Rua da Estação, na Parte Baixa. Na forjaria, por exemplo, eram produzidas ferramentas, e equipamentos como dobradiças e fechaduras para a ferrovia e a própria Vila.

Galpão da Oficinas 

Os galpões das oficinas que integram o espaço paralelo ao pátio ferroviário, na Rua da Estação, na Parte Baixa. Neste local, nos áureos tempos, os funcionários da ferrovia cuidavam da manutenção dos equipamentos e maquinários.

Igreja Bom Jesus de Paranapiacaba 

A igreja de Paranapiacaba era originalmente denominada capela do Alto da Serra e teve sua pedra fundamental lançada em 3 de fevereiro de 1884. Recebeu licença para celebração de missas, pela primeira vez, em 8 de agosto de 1884. 

Parque Municipal Natural Nascentes de Paranapiacaba

Espaço de exposição permanente que retrata parte da Mata Atlântica, com exibição de aspectos da Fauna e Flora encontrados na região. Sobre o parque exibimos vídeo...

Pátio Ferroviário

Relógio da estação, Locobreque, Cabine do 5 º. Patamar e Ponte. No Pátio Ferroviário encontram-se os principais ícones da Vila de Paranapiacaba, o Relógio da Estação, a Ponte que liga a Parte Alta com a Parte Baixa, o Locobreque, máquina utilizada

Plataforma do Expresso Turístico

O Expresso Turístico é um serviço ferroviário inaugurado em 18 de abril de 2009 pela Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Tem como objetivo integrar pontos de …

 

Museu Castelo

A construção de 1898 era a casa do engenheiro-chefe da ferrovia. Hoje abriga exposição permanente com mobiliário e peças que resgatam o modo de vida e trabalho na ferrovia.

Museu Tecnológico Ferroviário Funicular

Operado pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), guarda um pouco da história da ferrovia. Aberto a visitação estão o pelo antigo pátio de manobras, máquinas fixas, oficinas, carros, vagões, locomotivas e objetos do sistema funicular.

Núcleos de Interpretação do Meio e Trilhas 

No local o visitante poderá conhecer a integração entre a engenharia inglesa e a natureza. O sistema de abastecimento de água foi construído juntamente com a Vila Martin Smith, as trilhas e paisagens em meio a Mata Atlântica.

Mapa de Pontos Turísticos na Vila de Paranapiacaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *