Conceitos

Risco é a relação entre a possibilidade de ocorrência de um processo ou fenômeno, e a magnitude de danos ou consequências sociais e econômicas sobre um elemento ou comunidade.

Desastre é o resultado de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem, sobre um ecossistema. Causam danos humanos, materiais ou ambientais e consequentes prejuízos econômicos e sociais.

Vulnerabilidade é o grau de perda para um dado elemento, grupo ou comunidade dentro de uma determinada área passível de ser afetada por um fenômeno ou processo.

Exposição é a presença de pessoas, meios de sustento, serviços e recursos ambientais, infraestrutura ou ativos econômicos, sociais ou culturais em lugares onde possam ser afetados adversamente.

Mudanças Climáticas – uma das principais conclusões do relatório elaborado pelo Instituto de Pesquisas sobre Câmbio Climático (IPCC) e da Estratégia Internacional para a Redução de Desastres (EIRD), da Organização das Nações Unidas (ONU), é o aumento na frequência de eventos climáticos extremos no mundo nas últimas décadas em função das mudanças climáticas.

A adaptação à mudança climática não é exatamente um problema a ser resolvido, mas um processo a ser gerenciado.
A resposta a esses impactos envolve um processo interativo de gestão do risco que inclui tanto a mitigação como a adaptação.

Por isso a Defesa Civil realiza ações educativas preventivas durante o ano para reduzir, minimizar e adaptar a cidade e a população das áreas mais vulneráveis às mudanças climáticas.

 

Print Friendly, PDF & Email